Galafura

Este blog não consiste só em falar da Freguesia de Galafura, mas não podia deixar de referênciar a freguesia que amo muito e de onde sou natural. O nome do blog " Galafura" é por isso mesmo, pela naturalidade, pelos amigos, pelos sentimentos que me vão na alma, editarei aqui os meus pensamentos e sentimentos que nutro pela minha terra, pela minha família, pelos meus amigos, e pelo meu estado de espírito do meu dia-a-dia

terça-feira, setembro 26, 2006

"A tua luz vai surgir"

Mais uma semana que começou, não está assim tão bem como queria que estivesse.. Esta semana está a ser muito calma, o ambiente no trabalho anda fraco… a vida tá pela hora da morte.
Sem nada para a fazer espero que o tempo passe por si só. Sento-me numas miseráveis caixas de cerveja, este não é o vinho que transformas-te e que repartiste, este é o vinho onde muitos se perdem, buscam o esquecimento e afogam as mágoas da vida. E eu? Eu infelizmente muitas das vezes contribuo para a perda de esses homens… Perdão te peço por este acto.
Os meus olhos fixam-se para lá da vidraça que está colocada à minha frente, espero ver a Tua luz surgir por detrás do enorme armazém, que encobre e atrasa a Tua chegada, é uma paisagem diferente da que tenho da minha esplanada, mas onde tás presente. Na estrada o trânsito já é intenso, é um corre-corre infinito. Muitos não se apercebem de Ti, nem pensam em Ti, não notam que a tua luz está prestes a ilumina-los, buscam outras formas de sustento, que não a Ti.
A tua luz começa a ganhar intensidade, cada vez se eleva mais, começa a invadir o meu espaço, o meu posto de trabalho. Os Teus raios trespassam a vidraça embatendo nos espelhos, onde, prateleiras sustentam o peso de mais umas quantas garrafas de perdição, não é este o pão muito menos o vinho que nos quiseste dar, este é o pão e o vinho onde os fracos se destroem… Assim aparece a Tua luz, vem saudar-me neste novo dia que amanhece, vem aquecer aquecer-me a alma, a tua luz vem trazer-me forças para mais um dia, ilumina o meu caminho e a minha vida.

“ Tu és a Luz, que ilumina a terra inteira, tu és a Luz, que ilumina a minha vida”

1 Comments:

  • At 8:17 da tarde, Anonymous Eremita said…

    Estava a ler o teu post,e achei engraçado ,porque logo pela madrugada,no local onde trabalho,deixo tudo para ir ver o nascer do sol,momento sagrado,como se tratasse de um ritual,para que esses raios do sol banhem a minha alma para que o dia se torne mais luminoso na relação com os outros.O mundo precisa de muita luz.Fico feliz por te dares conta da presença do nosso querido Pai nos momentos mais simples do dia.
    Abraço

     

Enviar um comentário

<< Home