Galafura

Este blog não consiste só em falar da Freguesia de Galafura, mas não podia deixar de referênciar a freguesia que amo muito e de onde sou natural. O nome do blog " Galafura" é por isso mesmo, pela naturalidade, pelos amigos, pelos sentimentos que me vão na alma, editarei aqui os meus pensamentos e sentimentos que nutro pela minha terra, pela minha família, pelos meus amigos, e pelo meu estado de espírito do meu dia-a-dia

sexta-feira, setembro 22, 2006

"À procura, à espera, na minha esplanada"

Aqui me sento, nas horas de maior silêncio, de solidão e mortas da minha vida.
Nesta esplanada:
Procuro e espero por ti, mas não te encontro,
Tento avistar-te no vasto horizonte que me colocas à frente… Por onde andas?
Busco o teu rosto nas nuvens que encobrem o meu céu… mas não te defines, que rosto tens?!
Chamo por ti… Será que me ouves?
Tenho medo,
Sinto-me sozinho,
Vem em meu auxílio, preciso de ti.
Não tarda, anoitece, será que vais aparecer?
O sol que me aquece, começa a esconder-se ao longe por detrás da serra,
Quero partir, mas quero sentir-te,
Quero a tua companhia para poder continuar a caminhar.
A tua ausência e a tua demora, deixa o meu peito inquieto e em sofrimento.
Quando o meu desânimo e a angústia é total, eis que vens ao meu encontro, acalmando a minha dor.
Vens em silêncio...
Vens com os suspiro do vento que ecoam e agitam por entre as árvores da minha esplanada,
Vens tocar-me e aconchegar-me através da brisa que me envolve ao cair da noite,
Vens falar-me ao ouvido, vens cantar-me as mais belas melodias através do canto dos passarinhos que ainda chilram,
Vens ensinar-me o caminho que tenho a percorrer, vens para ficar comigo nesta noite que se aproxima.
Vens dizer-me “ Estou aqui”.
Dizes-me:
" O meu rosto és tu…, o meu rosto está nas lágrimas que caem dos teus olhos, nos momentos mais sofridos da tua caminhada, o meu rosto é o teu rosto nas horas de maior alegria, o meu rosto está no sorriso da criança, nas rugas do idoso que anseia a tua ajuda para atravessar a rua… Eu estou onde tu estás, eu vou para onde tu vais, caminho contigo não te abandonarei, não temas, não estás só, eu estou aqui."
Nesta esplanada sempre te encontrarei, por mais tempo que tenha que esperar sei que virás.

2 Comments:

  • At 1:49 da manhã, Blogger nahar said…

    Fantastico, escreves com alma.
    Preocura e encontrarás...nas coisas mais simples...

    abraço amigo

     
  • At 12:04 da tarde, Blogger andarilho said…

    O Rosto do Pai… fico feliz pelo Encontro entre tu, um Filho e o Pai que te ama eternamente… Nesse Rosto a orfandade do Amor encontra o seu lar…

     

Enviar um comentário

<< Home